31 de out de 2018

Poema





Desatado

Éramos dois corpos jogados na sacada
Misturando pernas e sussurros de amor
Jurando que o que passou foi bom
E que não era um simples fim
Apenas um até breve, passageiro.

O nosso choque de realidade chega rápido
No primeiro raio de sol que surge no horizonte
E nos lembra que as malas precisam ser feitas
A vida divida
E algumas coisas, jogadas fora.

Não éramos mais dois dividindo um nó
Éramos nós, desatando.

E a tristeza, servindo de força motriz
E como Lisbela diz:
- O amor é filme

Pena que o nosso
Não teve um final feliz

.

(Romulo Chaul)

Nenhum comentário: